Negócios Digitais    |    LGPD     |    Negócios Convencionais

AFO Advogados


Muito tem sido veiculado, pela mídia, acerca das vantagens de se investir em uma franquia. E, mesmo com as previsões de um cenário instável, no ano de 2015, pesquisas da Associação Brasileira de Franchising (ABF) demonstram que o mercado de franquia deverá faturar de 5% a 9% a mais do que no ano passado, e que a abertura de novas unidades franqueadas deverá aumentar em 10%.
Verdade é que inúmeras são as vantagens de se investir em uma franquia.
O que pouco se fala, entretanto, é que o sucesso da franquia está diretamente relacionada ao apoio e ao suporte ofertados aos franqueados; vez que a característica primordial do contrato de franquia é a assistência técnica que deverá, necessariamente, ser fornecida pela marca.
Infelizmente existem milhares de pessoas que foram iludidas com a idéia de empreender através de uma franquia. Por falta de apoio técnico e orientação perderam tempo, dinheiro e saúde.
Este é um caso que estamos novamente vivenciando no escritório: franqueados de empresas de renome enfrentam o insucesso em virtude essencialmente, da falta de suporte por parte das franqueadoras. Foram propostas ações judiciais visando o ressarcimento dos danos materiais e morais.
Casos como estes vem sendo corriqueiros, motivo pelo qual os Tribunais têm começado a reconhecer a responsabilidade da empresa franqueadora pelos prejuízos causados aos franqueados diante da inexistência de estrutura básica necessária para o desenvolvimento do negócio, restando caracterizado o inadimplemento contratual e a consequente obrigação de indenizar os danos materiais e morais ocasionados.
Assim, para se obter o sucesso ao adquirir uma franquia, e ambas as partes restarem satisfeitas, o franqueador deverá de fato oferecer suporte e treinamento constantes aos franqueados de forma que estes últimos tenham o risco do negócio minimizado e possam, tão quanto o franqueador, desenvolver regular e satisfatoriamente as suas atividades e, consequentemente, obter o lucro almejado vez que, se assim não ocorrer, a reputação da marca do franqueador poderá restar comprometida, prejudicando, pois, também a empresa franqueadora.
Antes de qualquer tomada de decisão procure um advogado. Outra dica importante é recorrer às informações prestadas pela ABF – Associação Brasileira de Franchising.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

KALINA KATHYLIN DA SILVA SANTOS

Advogada especializada em relações empresariais no mercado digital;
Suporte ao atendimento Wendell Carvalho e Karina Peloi.

STÉFANY MAGALHÃES NASCIMENTO

Advogada pós-graduanda em Direito Digital e Complaice, especializada em relações empresariais no mercado digital. 

Dra. Luciana Almeida

Advogada pós-graduada em Gestão de Negócios, especialista em Lei Geral de Proteção de Dados, Legal Designer, especializada em relações empresariais no mercado digital.

Viviane Lopes Coelho

Graduada, Controller Jurídico, especializada em relações empresariais no mercado digital.

DRA MARIA CLARA MACEDO DE OLIVEIRA VELOSO

Advogada pós graduanda em Direito Civil, especializada em relações empresariais no mercado digital.

Dra. Maria Eduarda Azevedo Machado

Advogada pós-graduanda em direito empresarial, especializada em relações empresariais no mercado digital. 

Dr. Leandro Sena Braga Lima

Advogado especializado em relações empresariais. 

Dra. Laís Figueira Loureiro Moreira Gamaro

Advogada pós-graduada em Direito Tributário e em Direito e Negócios da Infraestrutura, especializada em relações empresariais no mercado digital.

Dra. Amanda Luiza Tripicchio dos Santos

Advogada com MBA em Direito do Trabalho e Previdenciário, pós-graduada em Direito Previdenciário, pós-graduanda em Direito Civil e Processo Civil, especializada em relações empresariais no mercado digital.

Ligia Maura Dechechi de Oliveira

Graduada, responsável por novos negócios, especializada em relações empresariais no mercado digital.

Dr. GUILHERME GUAZZELI ARNOSTTI

Advogado especializado em relações empresariais.

Dra. Juliane Mattos Grana de Campos

Advogada pós-graduada em Processo Civil, pós-graduanda em Direito Civil e Processo Civil, especializada em relações empresariais.

Dra. Carla Cecília Russomano Fagundes

Advogada Sênior pós-graduada em Direito e relações do trabalho, especializada em relações empresariais no mercado digital. 

DRA. FLÁVIA MARIA
DECHECHI DE OLIVEIRA

Advogada, pós-graduada em Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas, com MBA em Gestão Estratégica de Serviços pela mesma instituição. Sócia fundadora da AFO Advogados, desenvolvendo inúmeros projetos para formatação do departamento jurídico de empresas, do mercado tradicional e no mercado digital, o que significou a economia de milhões de reais para centenas de empresários e gestores. Criadora do curso Advogando no Digital, responsável pela formação de centenas de advogados que pretendem atender o nicho. É palestrante e desenvolvedora de conteúdo sobre temas relevantes do direito e empreendedorismo.